Azáfama; grande atividade; agitação; rebuliço.

06
Set 08

Depois de 4 anos de negociação o investimento da empresa francesa fabricante do avião Skylander já não vai ficar em Portugal. Consta que obtêm melhores condições em França na região de Lorena. É uma pena, foram criadas expectativas de postos de trabalho directos e indirectos, estava previsto 125 milhões de euros de investimento. Aqui pode ver a noticia do jornal Público.

A Câmara de Évora entretanto emitiu um comunicado alegando surpresa com este infeliz desenlace. Em todo este processo ficam muitas dúvidas no ar, as interrogações são muitas, na verdade todos já calculávamos que a montanha ia parir um rato e assim foi. Provavelmente aqui a culpa desta imbróglio é mesmo do investidor que andou a criar falsas expectativas aos alentejanos, mas também nunca gostei de ver as pessoas mandarem os foguetes antes da festa, não costuma dar bons resultados porque na vida empresarial, o que hoje é verdade amanhã é mentira.

Vamos esperar que o investimento brasileiro da Embraer seja mesmo verdadeiro e que traga efectivamente riqueza para a região. E agora, também não há nenhuma compensação para o distrito de Évora como na região da OTA? Sempre estavam previstos 3000 postos de trabalho.

publicado por polvorosa às 21:44
tags:

O almeida santos, mário soares, & companhia não investiram por aqui como poderiamos ser compensados??
peixebanana a 9 de Setembro de 2008 às 02:19

Correio electrónico:
polvorosa@sapo.pt
comentários recentes
Deslize ou talvez não a despedida não é inédita. "...
"De lembrar que no contexto mais difícil desde que...
Respeito o seu comentário, mas eu cá acho que foi ...
Achei descabido a alusão a Eusebio no discurso da...
Estatisticas de funcionários nas autarquias a níve...
pesquisar neste blog
 
links
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links