Azáfama; grande atividade; agitação; rebuliço.

31
Jul 08

Infelizmente continuam a ser colocadas barreiras arquitectónicas quase em tudo o que é local. Na altura de multibancos e balcões, os degraus inalcançáveis, as rampas demasiado ingremes, os nossos carros estacionados no meio dos passeios, as casas de banho sem apoios, os transportes públicos inadaptados, etc.

As instituições públicas devem dar o exemplo, mas não é isso que se passa, por exemplo, na própria Universidade de Évora - Colégio do Espírito Santo, existe alguns pisos com acesso impossível. Alguns alunos de cadeira de rodas passam por um duplo desafio, existir alguns funcionários para os transportar ao colo e a questão da dignidade e direitos é colocada em causa porque acaba por ser humilhante para as próprias pessoas naquela condição. Ainda no ano passado, uma pessoa minha conhecida foi impedida de participar numa conferência porque o Auditório ficava precisamente nesse piso! 

Com o envelhecimento da população também é natural que com o apoio de ajudas técnicas (cadeiras de rodas, andarilhos, canadianas, veículos de transporte motorizado, etc.) estas pessoas se desloquem, mas se existirem obstáculos criados por arquitectos, por construtores ou por indivíduos desatentos, estamos a complicar demasiado a vida a estes cidadãos e nesse momento haverá um atentado contra os direitos de cidadania. Apelo pois a uma maior fiscalização e denúncia nestas situações.

2007 foi o Ano Europeu para a Igualdade de Oportunidades para Todos, como vemos por tantos testemunhos perto de nós e na comunicação social, foi tão somente uma manifestação de boas intenções, porque agora as coisas continuam "na mesma como a lesma".

Aqui no blogue "peixebanana" pode ser lido uma carta enviada à Câmara Municipal de Viana do Alentejo por um cidadão residente em Aguiar portador de deficiência motora. Se faz favor, aprendamos com os erros e não se cometam estas falhas na nova piscina a ser construída em Alcáçovas.

publicado por polvorosa às 21:43
tags:

Contador
Correio electrónico:
polvorosa@sapo.pt
comentários recentes
Deslize ou talvez não a despedida não é inédita. "...
"De lembrar que no contexto mais difícil desde que...
Respeito o seu comentário, mas eu cá acho que foi ...
Achei descabido a alusão a Eusebio no discurso da...
Estatisticas de funcionários nas autarquias a níve...
pesquisar neste blog
 
links
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links