Azáfama; grande atividade; agitação; rebuliço.

17
Abr 10
Por estes dias, a Igreja Católica anda agitada. Os escândalos sucedem-se, a pedofilia de membros do Vaticano está a provocar uma discussão gigantesca. A afirmação do número dois do Vaticano associando a homossexualidade à pedofilia é uma aberração, não faz sentido e cientificamente está provado que não é assim. A 12 e 13 de Maio, Portugal vai engalanar-se para as cerimónias religiosas, não entendo como foi dada tolerância de ponto aos funcionários públicos de Lisboa, Porto e Gaia, mas vai ser com certeza uma grande manifestação de fé e crença religiosa dos portugueses, numa altura difícil onde os valores são demasiadas vezes violados. Porém existe um clima muito negativo em redor de Bento XVI ou Joseph Alois Ratzinger, o silêncio não o favorece e as fugas em frente dos destacados do Vaticano são ainda piores do que o soneto. A Igreja está hoje numa outra encruzilhada, mas se pensarmos bem, sempre esteve e sempre superou as dificuldades.
publicado por polvorosa às 10:01
tags:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


Correio electrónico:
polvorosa@sapo.pt
comentários recentes
Deslize ou talvez não a despedida não é inédita. "...
"De lembrar que no contexto mais difícil desde que...
Respeito o seu comentário, mas eu cá acho que foi ...
Achei descabido a alusão a Eusebio no discurso da...
Estatisticas de funcionários nas autarquias a níve...
pesquisar neste blog
 
links
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links