Azáfama; grande atividade; agitação; rebuliço.

23
Out 09

Em 2007 a taxa de risco de pobreza para a população pobreza era de 18%

Em 2007 o limiar da pobreza correspondia a 406€ / mês (4878€ anuais).

Aumentou a taxa de risco de pobreza em dois pontos percentuais (20%) para os agregados com filhos a cargo. Se estes agregados forem monoparentais, a atxa de risco de pobreza agrava-se para 39% e se estiverem em causa famílias numerosas (2 adultos e 3 ou mais crianças) a percentagem é de 32%

Portugal é dos países onde a desigualdade em matéria da distribuição de rendimento é bastante sigificativa. Em 2008 20% da população com maior rendimento recebia aproximadamente 6.1 vezes o rendimento dos 20% da população com o rendimento mais baixo.

A taxa de risco de pobreza dos trabalhadores é de 12%, sofrendo alterações quando estão em causa a população sem emprego residente no país (25%).

Segundo os dados do INE, a taxa de desemprego no 2.º trimestre de 2009 foi de 9.1%.

2010 vai ser o Ano Europeu do Combate à Pobreza e Exclusão Social, espero que todos reconheçam este problema sério e unidos lutem contra este grave flagelo.

Aqui no Jornal "i" está a opinião de Fernando Nobre, um grande exemplo.  

 

Declaração da REAPN 17 de Outubro 2005

publicado por polvorosa às 17:38

Contador
Correio electrónico:
polvorosa@sapo.pt
comentários recentes
Deslize ou talvez não a despedida não é inédita. "...
"De lembrar que no contexto mais difícil desde que...
Respeito o seu comentário, mas eu cá acho que foi ...
Achei descabido a alusão a Eusebio no discurso da...
Estatisticas de funcionários nas autarquias a níve...
pesquisar neste blog
 
links