Azáfama; grande atividade; agitação; rebuliço.

11
Set 08

Em Julho de 2008, estavam registadas no Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) 158 pessoas de Viana do Alentejo à procura de emprego. O desemprego afecta particularmente as mulheres, com efeito 101 mulheres pediram emprego no I.E.F.P. Registaram-se mais 57 pedidos de emprego dos homens. Ainda mais preocupante é o facto de 60 desempregados estarem inscritos no desemprego à mais de um ano, portanto, trata-se de emprego de longa duração. Temos ainda 25 pessoas à procura do primeiro emprego, enquanto 133 estão à procura de novo emprego. Agora vejamos o desemprego em Viana do Alentejo por grupos etários jovens com menos de 25 anos registam-se 29 pedidos de desemprego; pessoas com idade entre 25 e 34 anos registaram-se 45 pedidos de emprego; entre os 35 e os 54 anos 61 pedidos e pessoas com 55 e mais anos foram 23 pedidos de emprego. O principal motivo de inscrição no IEFP deveu-se ao fim do trabalho não permanente, estamos por isso a falar de emprego precário. Durante o mês de Julho apenas uma pessoa foi colocada no mercado de emprego em seis ofertas de trabalho registadas.  

 

Estas são as estatísticas dos pedidos de emprego do concelho de Viana, mas por trás dos números estão pessoas e essas têm rostos. São forçadas a trabalhos agrícolas pesados, obrigadas a emigrar para Espanha e outros países longíquos, são empurradas para o Rendimento Social de Inserção, tentam não passar fome e sobreviver no quotidiano como passar entre os pingos da chuva, têm necessidade de abandonar as famílias e as terras para obter formação em lugares distantes. É nesta gente que os eleitos e os governantes têm de pensar, devem a eles a obrigação de governar de acordo com as suas promessas eleitorais sem demagogia nem sacudir água do capote. 

 

Quais os investimentos externos captados para o concelho de Viana do Alentejo? Quais os resultados obtidos pelo Gabinete de Apoio ao Desenvolvimento Económico? Há resultados com o Programa Finicia - Iniciativas Empresariais de Interesse Regional (FAME)? Onde está a pequena Zona Oficinal de Aguiar? Quantos postos de trabalho as obras públicas municipais com investimento público vão ser criados? Qual a média salarial paga aos trabalhadores da Câmara Municipal de Viana? Qual o tipo de contratos, as habilitações escolares e acções de formação frequentadas pelos seus trabalhadores? Estas são algumas das questões que gostaria de obter informação para todos conhecermos melhor as políticas de apoio ao desenvolvimento económico concelhio.

publicado por polvorosa às 22:17

polvorosa!

Belissimo trabalho de consulta e análise, você é sem duvida uma pessoa com qualidades comprovadas que deveria fazer parte da resolução de alguns problemas do concelho. Tem uma atitude critica mas construtiva, ideias proprias que denotam preoucupação social e económica.

Aqui vai uma história que já deve conhecer:

Quando Winston Churchill, ainda jovem, acabou de pronunciar o seu 1.º discurso, na Câmara dos Comuns, foi perguntar a um velho parlamentar, amigo de seu pai, o que tinha achado do seu desempenho naquela assembleia de vedetas políticas
O velho pôs a mão no ombro de Churchill e disse-lhe em tom paternal:
“Meu jovem, você cometeu um grande erro.” Foi demasiado brilhante neste seu primeiro discurso. Isso é imperdoável !
Devia ter começado um pouco mais na sombra. Devia ter gaguejado um pouco. Com a inteligência que demonstrou hoje, deve ter conquistado, no mínimo, uns trinta inimigos.
O talento assusta". Ali estava uma das melhores lições que um velho sábio pode dar ao pupilo que se inicia numa carreira difícil.

Isso foi, em Inglaterra. Imaginem aqui, em Portugal.

Vale a pena lembrar uma famosa trova de Ruy Barbosa:
“Há tantos burros a mandar em homens inteligentes que, às vezes, penso que a burrice é uma Ciência”.

A maior parte das pessoas encasteladas em posições políticas é medíocre e tem um indisfarçável medo da inteligência. Temos de admitir, por outro lado, que, de um modo geral, os medíocres são mais obstinados na conquista de posições importantes. Sabem ocupar os espaços vazios deixados pelos talentosos displicentes que não revelam o apetite do poder. Mas, há que ter em consideração que esses medíocres, oportunistas e ambiciosos, têm o hábito de defender bem as posições conquistadas – como que com verdadeiras muralhas de granito por onde talentosos não conseguem passar. Em todas as áreas encontramos dessas fortalezas inexpugnáveis a quaisquer legiões de lúcidos.
Dentro deste raciocínio, que poderia ser uma extensão do "Elogio da Loucura", de Erasmo de Roterdão, somos forçados a admitir que uma pessoa precisa de fingir que é burra se quer vencer na vida.
É pecado fazer sombra a alguém, até numa conversa social.
Eles conhecem bem as suas limitações, sabem como lhes custa desempenhar tarefas que os mais dotados realizam “com uma perna às costas”...
Enfim, na medida em que admiram a facilidade com que os mais lúcidos resolvem problemas, os medíocres repudiam-nos para se defenderem.
É um paradoxo angustiante !
Infelizmente, temos de viver com estas regras absurdas que transformam a inteligência numa espécie de desvantagem perante a vida.
Como é sábio o velho conselho de Nelson Rodrigues...
"Finge-te de idiota, e terás o céu e a terra".

O problema é que os inteligentes gostam de brilhar! Que Deus os proteja, então, dos medíocres!...

Quando é que sai da sombra do blog?
peixebanana a 12 de Setembro de 2008 às 00:20

Meu Caro Amigo
Mais um grande post.
Faço minhas as palavras do peixe banana, está na hora de sair da clandestinidade.
Abraço
José Rocha a 12 de Setembro de 2008 às 09:11

Mais três bons textos, sendo dois deles em prol do nosso concelho, trabalho intelectualmente honesto e, ao que parece, elaborado por um especialista nestas temáticas.

Faço também minhas as palavras de “cidade de agar” e do “peixe banana”, está na hora de sair da clandestinidade.

Os meus parabéns

José Luís Potes Pacheco
Anónimo a 12 de Setembro de 2008 às 17:31

Caros amigos, agradeço o incentivo.

Tudo tem o seu tempo, agora é altura de ouvir esta magnífica música dos "Deolinda" chamada "Movimento Perpétuo Associativo" em http://www.youtube.com/watch?v=us9dIcLjfKM

Quem quiser conhecer mais sobre este excelente grupo musical pode consultar em http://www.myspace.com/deolindalisboa

Um abraço.

polvorosa a 13 de Setembro de 2008 às 13:35

No concelho de Viana do Alentejo, em 158 desempregados, 30% dos pedidos de emprego em Julho de 2008 correspondem a desempregados com o ensino secundário e com ensino superior.
Não deixa de ser preocupante existir famílias a investir na educação dos filhos para depois dos cursos concluídos não existir emprego para estas pessoas e são obrigadas a migrar do nosso concelho.
Hoje em dia, ter um curso superior não significa imediatamente ter emprego, até porque cada vez os jovens encontram o primeiro emprego mais tarde e o emprego deixou de ser para a vida, havendo necessidade de uma maior adaptabilidade dos trabalhadores. Mas também é certo que haver competências e capacidade de saber-estar, saber-fazer e saber-ser é meio caminho para o sucesso das organizações sejam empresariais privadas ou administração públicas.
O sucesso do nosso sistema económico só será real se tivermos capacidade de integrar estas capacidades numa sociedade em rede, bem organizada e treinada para poder competir em mercados internacionais em contexto de globalização.
Perguntamos o que é que a Câmara Municipal de Viana do Alentejo tem feito para melhorar a tendência de emprego nos jovens com 12.º ano e ensino superior no nosso concelho? Portugal tem um Plano Nacional de Emprego, seria interessante todos conhecermos qual é a estratégia de Emprego para o nosso concelho, se é que ela existe.
polvorosa a 17 de Setembro de 2008 às 22:55

Muito bem escrito.
"Perguntamos o que é que a Câmara Municipal de Viana do Alentejo tem feito para melhorar a tendência de emprego nos jovens com 12.º ano e ensino superior no nosso concelho? "
Está bem à vista de todos, só não vê, quem não quer. Licenciados de Viana ou residentes cá, contam-se pelos dedos de uma mão.
Maria Ana a 24 de Setembro de 2008 às 20:31

Maria Ana,
Obrigado pelo seu comentário.
Cumprimentos.
polvorosa a 24 de Setembro de 2008 às 22:10

Contador
Correio electrónico:
polvorosa@sapo.pt
comentários recentes
Deslize ou talvez não a despedida não é inédita. "...
"De lembrar que no contexto mais difícil desde que...
Respeito o seu comentário, mas eu cá acho que foi ...
Achei descabido a alusão a Eusebio no discurso da...
Estatisticas de funcionários nas autarquias a níve...
pesquisar neste blog
 
links
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links