Azáfama; grande atividade; agitação; rebuliço.

29
Out 09

A Delphi vai fechar a fábrica de Ponte de Sôr. Vão ficar despedidos 430 trabalhadores. Cada vez mais os problemas acrescidos com o fecho de empresas multinacionais afecta as famílias portuguesas. Combater o drama do desemprego deve ser actualmente a prioridade de todas as políticas europeias, nacionais, regionais e locais. O desemprego é uma das principais causas de exclusão social em Portugal. Oxalá o município de Ponte de Sôr consiga minimizar os impactos e se avance para soluções alternativas criadoras de postos de trabalho naquele concelho.

 

A recente Portaria 985/2009 de 4 de Setembro veio criar o Programa de Apoio ao Empreendedorismo e à Criação do Próprio Emprego, mas não podemos ficar dependentes de legislação, é necessário as políticas públicas de educação e económicas deixarem as burocracias de lado e iniciarem um verdadeiro trabalho com pessoas no sentido de criar novos empreendedores, gente que arrisque em negócios tendo em vista a criação de mais empresas e riqueza, só assim podemos sair da crise. Claro que o apoio do investimento público é fundamental, mas sem empresas, investimento privado e empreendedores dos tempos modernos, não conseguiremos sair da cepa torta.

publicado por polvorosa às 13:37
tags:

27
Out 09

Ontem recebi uma chamada telefónica da Empresa de Estudos e Sondagens "Consulmark" para obter informações sobre a minha percepção acerca do concelho de Viana do Alentejo. Queriam saber os pontos fortes e os pontos fracos do concelho, respondi a todas as questões que me colocaram, aí uns bons 15 minutos. 

Quem quer que tenha encomendado o estudo fez bem, importa saber em que estado estamos, o diagnóstico da situação é fundamental para desenhar e priorizar intervenções nas políticas municipais. Depois da anterior navegação à vista da CDU, hoje qualquer bússola parece muito moderna.   

publicado por polvorosa às 17:41

23
Out 09

Segunda-feira começa uma Vida Nova no concelho de Viana do Alentejo. Com a tomada de posse nos novos eleitos crescem as expectativas sobre o seu desempenho. Para os velhos do restelo, qualquer coisinha vai servir para atacar e acusar os novos eleitos. Um processo de ruptura e mudança como aquele que ocorreu no concelho a 11 de Outubro deixa algumas marcas, quando se retira o poder a alguns, no momento em que os interesses e os lobby's dessa minoria é afectado, o ser humano tende para comportamentos estranhos e dificilmente explicáveis, sempre foi assim, agora não será excepção.

 

O que se exige aos novos eleitos: capacidade para explicar as políticas; transparência nos assuntos de gestão autárquica; capacidade para envolver a população no processo de tomada de decisão; parcerias efectivas com organizações públicas e privadas; competências técnicas e periciais sobre temas autárquicos; inovação e qualidade nas práticas e processos administrativos. Isto consegue-se tudo para amanhã? Claro que não, demora tempo e o atraso estrutural deixado pelo anterior executivo é muito grande. Não há tempo a perder, mas há que dar tempo ao tempo.

publicado por polvorosa às 17:41

Em 2007 a taxa de risco de pobreza para a população pobreza era de 18%

Em 2007 o limiar da pobreza correspondia a 406€ / mês (4878€ anuais).

Aumentou a taxa de risco de pobreza em dois pontos percentuais (20%) para os agregados com filhos a cargo. Se estes agregados forem monoparentais, a atxa de risco de pobreza agrava-se para 39% e se estiverem em causa famílias numerosas (2 adultos e 3 ou mais crianças) a percentagem é de 32%

Portugal é dos países onde a desigualdade em matéria da distribuição de rendimento é bastante sigificativa. Em 2008 20% da população com maior rendimento recebia aproximadamente 6.1 vezes o rendimento dos 20% da população com o rendimento mais baixo.

A taxa de risco de pobreza dos trabalhadores é de 12%, sofrendo alterações quando estão em causa a população sem emprego residente no país (25%).

Segundo os dados do INE, a taxa de desemprego no 2.º trimestre de 2009 foi de 9.1%.

2010 vai ser o Ano Europeu do Combate à Pobreza e Exclusão Social, espero que todos reconheçam este problema sério e unidos lutem contra este grave flagelo.

Aqui no Jornal "i" está a opinião de Fernando Nobre, um grande exemplo.  

 

Declaração da REAPN 17 de Outubro 2005

publicado por polvorosa às 17:38

Ficamos a conhecer a composição do novo Governo. Entre aqueles que ficam nas mesmas funções ou transitam para outros ministérios parece não existir grande surpresa. O destaque vai para aqueles que tal como as formigas trabalham arduamente nem sempre com visibilidade. Neste caso a escolha de António Serrano para a difícil pasta de Ministro da Agricultura, Pescas e Desenvolvimento Rural é a prova que é possível subir na vida com trabalho mesmo vindo de uma família humilde de Beringel.

 

Para o Alentejo considero uma boa notícia existir um alentejano à frente das políticas do Desenvolvimento Rural, acho mesmo que os municípios alentejanos podem beneficiar com esse facto porque é alguém que conhece muito bem a nossa realidade e a particularidade da agricultura praticada no sul. 

Acho que o encruzilhado PRODER tem agora uma oportunidade de ser bem amanhado e ainda vamos a tempo de aproveitar as verbas da União Europeia para melhorar a competitividade do sector agrícola português. Ao António Serrano, mais do que boa sorte, desejo bom trabalho.    

publicado por polvorosa às 17:37
tags:

16
Out 09

 

A eleição autárquica do passado Domingo foi histórica. Dos quatro partidos a votos é por todos reconhecido que apenas o PS venceu. Muitas são as lições a tirar deste processo, cada um retire as suas conclusões. Neste momento importa dizer o seguinte, em democracia há que aceitar os resultados, é de todo o interesse honrar os vencedores e os vencidos, a partir de agora são todos iguais, todos contam na dura batalha de desenvolver o concelho de Viana do Alentejo, está na hora de todos se unirem para vencer os duros obstáculos que se colocam. Passada a animação da campanha e o entusiasmo da festa, começa o verdadeiro trabalho. É altura de ver contas, facturas, dossiês, despesas, contratos, pessoal, actividades, orçamentos, etc. Muito trabalho como admitiu Bengalinha no seu dia de vitória.

 

Acredito que os novos eleitos nos órgãos autárquicos vão ter uma postura de abertura aos cidadãos, prestar contas, inovar onde for possível, abrir a governação local à sociedade civil e a todas as associações concelhias. A Junta de Freguesia de Aguiar pode contar certamente com a colaboração e apoio da Câmara dentro daquelas que são as suas competências definidas por Lei, não é por ser de outra cor política que vão ficar esses eleitos isolados, os interesses da população de Aguiar e do concelho de Viana está acima de qualquer querela política. Do que conheço ao novo Presidente da Câmara (a partir de dia 26 de Outubro), a seriedade e honestidade intelectual vão ser uma marca da sua governação. Este mandato tem a duração de 4 anos, vai ser tempo de muito movimento.

publicado por polvorosa às 13:13

13
Out 09

Limpeza dos cartazes de campanha do Partido Socialista na Vila de Aguiar

Um dia após as eleições autárquicas foram retirados todos os cartazes de Campanha do Partido Socialista/Bengalinha Pinto afixados na nossa Vila.

Esta  acção teve como objectivo mostrar uma forma de olhar a nossa terra, que queremos limpa e cada vez mais bonita.

Unidos pelo concelho de Viana do Alentejo

publicado por polvorosa às 22:20
tags:

 

PS - 52,06% - 1.773 votos

PCP-PEV - 38,23% - 1.302 votos

PPD/PSD - 5,67% - 193 votos

BE - 1,47% - 50 votos

 

publicado por polvorosa às 21:40

09
Out 09

Há um filme engraçado chamado "Quem tramou Roger Rabbit", há ainda um livro de Kafka chamado "O Processo", a campanha do PS e de Bengalinha Pinto tem sido positiva, esclarecedora, próxima dos cidadãos, ao contrário do que alguns querem fazer crer. Há meses que o candidato Bengalinha Pinto anda a trabalhar num projecto credível, honesto e sério, com a sua agenda e planeamento adequado.     

 

O debate ontem na Rádio não trouxe nada de novo. Mostrou um Estevâo Pereira a misturar as funções de candidato/presidente. O jornalista apontou-lhe o fracasso no desenvolvimento económico e o débil tecido empresarial, o candidato fugiu à questão e voltou a falar no IRS, de uma vez por todas, este Sr. deveria compreender que este imposto é singular, não tem a ver com IRC, nem com a derrama, este último deveria mexer mas não, vai manter a taxa de imposto para os empresários locais. Um concelho não é sustentável se as pessoas têm movimentos pendulares à busca de trabalho, é isso que acontece porque a Câmara liderada pela CDU falhou redondamente no apoio à economia e ao emprego local, enfim uma POBREZA.

 

O jornalista mostrou-se incrédulo pelo candidato Estêvão Pereira fazer um almoço para os idosos no dia 10 de Outubro, assim que o candidato/presidente soube da data das eleições e já soube há muitos meses deveria imediatamente alterar essa data. O Dia do Idoso e simultaneamente Dia da Música comemora-se a 1 de Outubro, então é completamente inaceitável um almoço para velhotes no dia de reflexão das eleições autárquicas, é uma VERGONHA. 

 

O jornalista Luís Rego referiu o mau estado de algumas estradas no concelho, nomeadamente Alcáçovas-Alcácer, mas há mais, e ainda mais chocante é os remendos de alcatrão nas vilas, que saudades de uma calçada bem feita, enfim, uma TRISTEZA o estado dos centros urbanos.  

 

E finalmente, o candidato Estêvão Pereira disse que o Programa do PS (na minha opinião o mais completo e abrangente) estava 60% cumprido, é cómico, para quem cumpriu tanto e quase nada fez não me meto em estatísticas da treta como esse Sr., mas se compararmos o Programa CDU 2005 com o que fez na realidade talvez nem 1/4 tenha sido feito. Desafio o Sr. Pereira a dizer-nos quais os 40% do Programa PS que falta fazer. É preciso LATA de quem tanto prometeu e quase nada fez. MENTIRA

 

A campanha do PS tem sido boa, próxima das pessoas, utiliza várias plataformas informativas, de longe a melhor campanha eleitoral. A estratégia de VITIMIZAÇÃO do Sr. Pereira, já cheira mal, arranja sempre bodes expiatórios para tudo, aponta sempre o dedo acusatório. Ninguém do PS andou a arrancar cartazes da CDU, a acusação ao PS é grave e mostra como à falta de argumentos da CDU serve tudo para fazer campanha. Fica-lhe MAL. 

Deixo duas notas: à saída do jogo de futebol do passado fim-de-semana em Viana do Alentejo foram pessoas da CDU que arrancaram o próprio cartaz da CDU. Em Aguiar pelo menos uma pessoa nas listas da CDU estragou material do PS e não viram o Bengalinha a dizer que a CDU anda a fazer merda ok? Um pouco mais de SERIEDADE.

 

Estêvão Pereira acabou a dizer as frases que estão nos cartazes do Bengalinha, o jornalista perguntou o que ele queria do concelho e ele "um concelho mais bonito", "um concelho mais solidário", um pouco mais de INOVAÇÃO ficava-lhe bem.

 

Quando lhe perguntaram se perder as eleições fica como Vereador não soube dar uma resposta concreta. Isto sintetiza a gestão municipal, não é ele que manda, é um diktat, um comité que lá longe toma as decisões que afectam o desenvolvimento do concelho. 

 

O Brito e Silva foi uma DESILUSÃO para aqueles que nele acreditavam para as funções de Presidente, mostrou que não tem competências suficientes para o cargo, ainda assim acho que é uma boa pessoa, simpático e com boa fé, mas isso não chega para ser presidente de um município onde há tanto trabalho a fazer. 

Quando o jornalista lhe perguntou sobre saúde, acertou ao lado na resposta e desbobinou as medidas do programa nas outras áreas sociais, fugiu à pergunta. Não confrontou Estêvão Pereira pelo fracasso das políticas no concelho, não lhe apontou os principais erros na governação local, não se deu o contraditório. Foi ENTALADO pelo político Costa da Silva. 

 

Mais do que nunca, é tempo de mudança, é tempo de movimento, é tempo de votar PS no Domingo.    

publicado por polvorosa às 10:36

De acordo com o Semanário SOL apenas 30 Câmaras devem mudar. VIANA DO ALENTEJO é uma delas. Ver aqui a notícia

 

publicado por polvorosa às 09:42

Programa_Freguesia_Alcacovas
publicado por polvorosa às 09:40

08
Out 09
Programa_PS_-_concelho__de_Viana_do_Alentejo[1][1]
publicado por polvorosa às 13:26

Contador
Correio electrónico:
polvorosa@sapo.pt
comentários recentes
Deslize ou talvez não a despedida não é inédita. "...
"De lembrar que no contexto mais difícil desde que...
Respeito o seu comentário, mas eu cá acho que foi ...
Achei descabido a alusão a Eusebio no discurso da...
Estatisticas de funcionários nas autarquias a níve...
pesquisar neste blog
 
links
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links