Azáfama; grande atividade; agitação; rebuliço.

26
Mai 09

 

Esta sondagem esteve online entre os dias 18 e 25 de Maio de 2009. A pergunta foi "Nas eleições autárquicas 2009 em quem vai votar para Presidente da Câmara Municiapl de Viana do Alentejo?". Foram validadas 130 respostas ao questionário. Podemos retirar algumas conclusões.

 

A primeira é a seguinte. Na opinião da maior parte das pessoas que responderam à  pergunta referente em quem vão votar nas próximas eleições autárquicas, o candidato escolhido pela esmagadora maioria que participou nesta sondagem é Bengalinha Pinto, o candidato independente apoiado pelo PS recolheu 75%.

 

O candidato que está à 16 anos à frente dos destinos do concelho, Estêvão Pereira é claramente penalizado nesta sondagem, teve apenas 21%. Há aqui um castigo daquele candidato pelo atraso estrutural do concelho de Viana do Alentejo. Os eleitores esperavam uma mudança de pessoas e políticas da CDU em Viana do Alentejo e muitos sentem-se defraudados e com as expectativas goradas. 

 

O candidato do PSD é claramente uma escolha de recurso, contou somente com 4%. Este actual candidato não consegue substituir, nem de perto nem de longe, o anterior candidato do PSD nas autárquicas de 2005. É de prever que alguns eleitores substituam o voto nas próximas eleições por não acreditarem no projecto político do Sr. Brito e Silva.  

 

Prevê-se que o resultado das eleições autárquicas vai ser disputado entre Bengalinha Pinto e Estêvão Pereira. O primeiro a representar a mudança de paradigma, mais moderno, une os cidadãos; enquanto o segundo é o rosto do passado, representa muitas políticas erradas no concelho.

 

As pessoas que responderam a esta sondagem são pessoas com acesso à informação, incluídos na sociedade do conhecimento, acompanham o actual estado do concelho, têm uma postura crítica e participativa na construção do território, têm opinião e gostam de debate. São pessoas mais jovens e não o tradicional eleitorado mais velho da CDU. Como vimos, grande parte destes cidadãos de pleno direito pendem para escolher um candidato novo e independente que pode vir a fazer a diferença.

publicado por polvorosa às 09:54

23
Mai 09
"Sr Administrador do Blogs
 
O Grupo Coral Feminino Etnográfico "Paz e Unidade" de Alcáçovas, comemorou no dia 16/05/09, o seu 9º aniversário. Para assinalar a data, organizou o V Encontro de Grupos Corais e um Colóquio sobre Cante Alentejano onde estiveram presentes os representantes das Autarquias locais, da Casa do Alentejo, da Associação Moda e do Governo Civil de Évora, Entidades, Associações,alguns grupos convidados e, outras pessoas da terra. Os oradores Dr Francisco Teixeira ( Director da Moda) e o Pr. Dr. José Rodrigues dos Santos (Universidade de Évora) falaram da realidade do Cante, da sua importância e da necessidade que este seja considerado Património Imaterial. O Pr. Dr. José Rodrigues dos Santos referiu também a sua preocupação com o futuro do Cante, dada a média de idades dos cantores, e, da premência de incentivar os jovens a aprender e a gostar desta expressão cultural. Envio duas imagens desses momentos.
Se achar com interesse, agradeço a publicação.
Com os melhores cumprimentos,
 
Maria Gertrudes Garcia"
 
 

 

e-mail enviado pela Sr.ª Maria Garcia mariagg51@gmail.com

publicado por polvorosa às 09:16
tags:

20
Mai 09

O Primeiro-Ministro José Sócrates esteve hoje em Aguiar para a inauguração da unidade de cuidados continuados de longa duração "Companhia dos Avós - Residência Sénior".

Algumas notas. Esta unidade deve-se em primeiro lugar ao enorme investimento privado do Dr. Florival Pinto. Conta com o apoio da Saúde e da Segurança Social. Vai criar emprego e riqueza em Aguiar.

O Presidente da Câmara de Viana do Alentejo esteve bem porque incentivou o empresário a avançar mesmo quando aquele se deparava com grandes dúvidas. No seu discurso introduziu duas questões: o Cartão do Cidadão e o encerramento do SAP à noite. Quanto ao primeiro, tem toda a razão e realmente já não se percebe esta demora; já quanto ao segundo, a Sr.ª Ministra respondeu-lhe directamente que as decisões são tomadas por técnicos e dirigentes competentes, o próprio Estêvão Pereira no passado concordou com aquela medida necessária.  

A Ministra da Saúde mostrou que a reforma dos cuidados continuados em Portugal é uma realidade e estão a ser dados passos muito importantes nesse sentido, em três anos foram criadas 3000 camas na rede de cuidados continuados. A parceria entre o Estado, Misericórdias e Privados parecem estar aqui a funcionar bem.

O Primeiro Ministro deu um sinal ao povo de Aguiar que está a fazer reformas importantes e que a saúde dos portugueses é uma prioridade essencial.  

Importa reflectir na seguinte questão: em Aguiar os investimentos têm sido principalmente privados, foi assim com a habitação, agora também nos equipamentos sociais. Em Aguiar, onde está o investimento público da administração local?  

Hoje foi um dia histórico para a freguesia de Aguiar.

 

O Primeiro-Ministro de Portugal à chegada a Aguiar.

 

Discursos: Presidente da Câmara Municipal de Viana do Alentejo; empresário Dr. Florival Pinto; Ministra da Saúde e Primeiro-Ministro de Portugal.  

 

Alguns utentes da unidade.  

 

Empresário Dr. Florival Pinto e Primeiro-Ministro de Portugal.

 

Primeiro-Ministro de Portugal, Governadora Civil do Distrito de Évora e Bengalinha Pinto - Candidato à Câmara Municipal de Viana do Alentejo.

publicado por polvorosa às 21:54

18
Mai 09
Nas eleições autárquicas 2009 em quem vai votar para Presidente da Câmara Municipal de Viana do Alentejo?(web polls)
publicado por polvorosa às 12:57

publicado por polvorosa às 12:56
tags:

Muito Boa Noite,


Em primeiro lugar gostaria de cumprimentar a nossa ilustre convidada, a Senhora Professora Doutora Maria Graça de Carvalho, candidata ao Parlamento Europeu pelo PSD.

 

Aproveito a oportunidade para também cumprimentar:

 - O Sr. Presidente da Distrital do PSD, Dr António Dieb;

 - O Sr. Presidente da Secção de Viana do Alentejo, o Sr. Francisco Mestre;

 - Os restantes representantes dos órgãos do PSD;

 - Os senhores responsáveis políticos de outras concelhias do PSD;

 - Outros candidatos do PSD a autarquias no Distrito de Évora;

- Militantes e Simpatizantes do PSD;

- Convidados;

 - Minhas Senhoras e Meus Senhores;

 

Convidaram-me para me candidatar nas próximas eleições autárquicas como cabeça de lista do PSD, onde estarão presentes outros cidadãos residentes no nosso Concelho, alguns sendo membros do PSD, outros seus simpatizantes e outros independentes que se podem rever nesta candidatura como a mais capaz de “fazer” renascer este Concelho.

 

Foi com grande honra que aceitei este convite e é com uma enorme satisfação que encabeço este projecto.

 

Assumo a responsabilidade com paixão e garanto que darei o meu melhor para, de uma forma capaz e perseverante, contribuir para o renascimento deste Concelho, com novas ideias e novos desígnios.

 

Não é minha intenção avançar com uma candidatura contra ninguém, mas sim a favor do concelho de Viana do Alentejo. Esse é o meu principal desígnio e daí não fugirei. Não pretendo e não me agrada que a política seja um “campo” de discussões inúteis e desinteressantes. Agrada-me sim, entrar num projecto de ideias novas, de claro rompimento com status quo actual.

 

Aliás, o nosso slogan “FAZER DIFERENTE” é isso mesmo:

- É desenvolver projectos que sejam capazes de criar riqueza e desenvolvimento para o concelho de Viana do Alentejo;

- É estimular e apoiar o desenvolvimento de tudo aquilo em que o concelho de Viana do Alentejo é mais competitivo, como são exemplos a Olaria de Viana do Alentejo, a proximidade de Aguiar para com Évora, a industria chocalheira em Alcáçovas, a doçaria de Alcáçovas, o turismo religioso relacionado com o Santuário da Nossa Senhora D´Aires, o património histórico e edificado (destacando-se o Paço dos Henriques em Alcáçovas, o Castelo de Viana, a Anta de Aguiar, etc, etc), os centros históricos das nossas Vilas, a qualidade ambiental e paisagística, entre muitos outras áreas;

- É apoiar a juventude com políticas adequadas à sua fixação e à melhoria da sua autoestima;

- É desenvolver projectos para com os mais idosos, indo ao encontro às suas vontades, mas também procurando resolver alguns problemas estruturais que urgem na sua resolução;

- É ser uma parceiro activo para com o tecido empresarial local, ajudando e estimulando a criação de novas empresas, apoiando as empresas locais que se encontram em dificuldade na procura de novas soluções para os seus problemas, desenvolvendo projectos que sejam facilitadores do seu processo de crescimento empresarial, entre outros;

- É ser parceiro e agente mobilizador do associativismo concelhio, dando-lhes cada vez mais autonomia no desenvolvimento de projectos intra e extra-concelhios;

- É ter uma atitude positiva e de construção, assim como, a capacidade negocial para com o Estado Central e com os respectivos organismo desconcentrados a nível regional, para então se desenvolverem alguns projectos que têm interesse e influência no nosso concelho;

- É ser um agente facilitador de consensos para com os particulares e empresas privadas. É ser capaz de envolver no processo de desenvolvimento concelhio alguns privados detentores de património de especial interesse para o concelho;

- É não prometer aquilo que não se é capaz de cumprir;

 

Para o desenvolvimento destas áreas, avanço para esta candidatura, orientado e apoiado, em 3 objectivos estratégicos principais:

- Inverter o declínio do Concelho, evidente desde o envelhecimento da população até à “fuga”, diria mesmo debandada, dos nossos filhos e netos. Desde a incapacidade de criar empregos até à falta de ideias para novas actividades. Desde a falta de critérios e de prioridades para acções que nos garantam um melhor futuro, até à falta de diálogo, aberto, sem constrangimentos, com a população;

- Pensar e avaliar novas práticas para o desenvolvimento económico e social de todo o Concelho;

- Respeitar e promover o passado, o património no seu sentido mais amplo, cativar os jovens, os residentes actuais e os que o possam vir a ser, tornando o Concelho mais apetecível para viver e agradável para visitar.

 

A título de exemplo vou referir alguns casos que, pela sua importância e impacto no nosso futuro, demonstram bem o desacerto e a falta de visão dos autarcas que vêm gerindo o nosso Concelho há já algum tempo.

 

Vejamos:

- O que é que se fez para estimular a criação de pequenas empresas tecnológicas (simples, mas tudo tem um princípio)? Porque é que não se criou já um micro ninho de empresas aproveitando o espaço do mercado (quase abandonado) das Alcáçovas? Conforme foi proposto á Câmara pelo PSD.

- Porque é que os centros históricos das nossas freguesias,  estão como estão: monumentos degradados, em ruína, ruas “vandalizadas” com pavimentos impróprios, placas toponímicas que nos envergonham, e outros.

- Porque é que o conjunto da N. Sr.ª. D´Aires está num estado que em vez de atrair visitantes até os repele? Os anos passam, tornam-se décadas, e continuamos a discutir projectos.

- Numa fase de revisão de PDM, que pelos vistos pouco tem avançado, o que é que se fez para se saber onde é que passa o IC 33 (isto é, se vai mesmo passar!?); e para se programar um território ordenado de acordo com a passagem dessa importante via?

Será que vamos ficar a ver os camiões a passar?

 

O nosso Concelho tem que mudar, rápida e profundamente. Temos ideias inovadoras, talvez ambiciosas, mas só assim poderemos construir um futuro melhor para todos nós.

 

Precisamos de fazer o que não foi feito. Fazer a pensar no futuro e não apenas, na manutenção dos votos para ganhar mais um mandato.

 

Desculpem a comparação, mas o nosso Concelho tem tido uma gestão mais de cuidados paliativos do que para curar a doença do nosso atraso.

 

Uma gestão mais pela negativa do que pela positiva. Não arriscando. Procurando quase que somente manter o “doente” (o Concelho) vivo, ou meio vivo, até à sua extinção. Já não acreditam num futuro diferente e melhor, não ousam arriscar, certinhos, taciturnos e desanimados, só pensam em “subsistir” por mais uns anos. E depois fecham a porta pois o pessoal já morreu ou foi embora.

 

Não erram porque não arriscam, não arriscam porque temem um futuro diferente.

 

Já há algum tempo que estamos a preparar um programa completamente diferente do que é habitual. Este programa vai ter ousadia, vai ser fundamental para um processo de mudança. Posso garantir-vos uma coisa, eu estou preparado para levar para a frente um projecto ambicioso e sei que nós estamos preparados para isso.

Mas, e a terminar, peço a todos os militantes e simpatizantes que se empenhem activamente e sem receios nesta campanha que se adivinha difícil. Iremos encontrar sérias dificuldades e, talvez, alguma agressividade a que responderemos com trabalho e acções construtivas.

 

Mais uma vez agradeço a todos a Vossa presença e o apoio que têm vindo a demonstrar a esta candidatura.

 

Conto com o Vosso apoio. Muito Obrigado.

 

Viva o concelho de Viana do Alentejo.

 

e-mail enviado pelo Sr. António Costa da Silva

publicado por polvorosa às 12:52
tags:

14
Mai 09

[para ver clicar no gráfico]

 

Municipio

Fundo - Total

Alandroal

16.076.527,40

Arraiolos

10.123.493,19

Borba

16.888.522,45

Estremoz

12.782.729,08

Évora

99.324.348,26

Montemor-o-Novo

11.980.823,59

Mora

10.494.468,57

Mourão

11.553.767,40

Portel

140.813.731,12

Redondo

8.516.133,32

Reguengos de Monsaraz

17.871.709,75

Vendas Novas

8.210.902,54

Viana do Alentejo

4.262.151,10

Vila Viçosa

10.823.574,47

 

 

A política da CDU concelhia tem sido um verdadeiro desastre e causa de um atraso estrutural gritante.

Como todos sabem, a União Europeia coloca fundos estruturais europeus ao dispor dos Municípios. Nos últimos anos, muitos Municípios aproveitaram eficientemente e eficazmente os Fundos estruturais, Viana do Alentejo não.

Nos valores apresentados da execução do porAlentejo podemos ver claramente como Viana do Alentejo ficou em último lugar na utilização daqueles importantes fundos estruturais.

Muitas foram as acções de formação e estágios profissionais que ficaram por fazer; perderam-se oportunidades para desenvolver a área rural e a agricultura no concelho; foram esbanjadas oportunidades de construir equipamentos e infra-estruturas com custo-benefício relevante, a reabilitação urbana, o turismo e a cultura foram marginalizados.

Assim se perderam oportunidades excelentes para melhorar a qualidade de vida dos munícipes, por incompetência, desmazelo ou falta de planeamento estratégico, a verdade é que o dinheiro da Europa corre à margem de Viana do Alentejo, veja-se por exemplo a execução fundos através de projectos beneficiários dos fundos em Portel, sem dúvida, um concelho em desenvolvimento.

Em Viana do Alentejo, a dimensão de co-financiamento europeu foi completamente subaproveitada no passado. A execução dos fundos foi mesmo a pior do Alentejo Central. Mais uma vez no último lugar, no fim da tabela. 

 

Outro problema, independentemente de concordarmos ou não com os investimentos em curso, já nem discuto isso, os investimentos locais são hoje muito elevados, (mesmo sem dizer que por razões eleitorais), mas incompreensivelmente têm uma parte de co-financiamento europeu baixo, isso obriga a aumentar e manter elevada a carga fiscal municipal dos contribuintes locais.

 

Recomendações para o futuro: elaborar mais candidaturas aos fundos do QREN (Potencial Humano; Factores de Competitividade e Valorização do Território); adoptar um verdadeiro planeamento estratégico; mudar os rostos da CDU que têm estado à frente deste desatino; dialogar com estruturas, administrações e entidades públicas com responsabilidade na gestão dos fundos; envolver os cidadãos em processos participativos de tomada de decisão; melhorar a utilização dos fundos para aliviar a carga fiscal sobre os contribuintes concelhios.

 

Amanhã ficaremos a saber se vamos ter mais do mesmo ou se a CDU está com vontade de dar uma vida melhor às pessoas em Viana do Alentejo, com o Sr. Estevão Pereira na presidência é "vira o disco e toca o mesmo".  

publicado por polvorosa às 13:14

"Olá!

 

Tenho seguido com bastante atenção o seu blog e felicito-o pelo seu empenho. Verifico, contudo, com muita pena minha, que nenhum blog retrate o estado e a ausência dos espaços verdes no concelho. Por isso, este email vai no sentido de o desafiar a debater este assunto no seu blog.

 

Tenho muito carinho por este concelho, que lentamente se transforma num lugar de betão, num lugar que não tem sombras, num lugar com pouco verde, num lugar que com uns jardins tristes, tapados e vandalizados e num lugar, mesmo que eu queira, onde eu não posso passear com a minha família, num lugar em que a História está simplesmente esquecida (pe. veja-se a Anta em Aguiar, o jardim do Rossio em Viana, etc, etc, etc...).

 

Cumprimentos,

 

Gustavo Graça Pinto"

 

e-mail enviado por: gustavogracapinto@gmail.com

publicado por polvorosa às 13:04
tags:

08
Mai 09

Esta Primavera está repleta de beleza e de esperança em melhores dias, em cores mais alegres e mais risos das crianças. Estas são as cores desta estação. Estamos fartos de chuva e frio, venham outros tempos! 

 

 

 

publicado por polvorosa às 23:09

07
Mai 09

 A Comissão Política da Secção Concelhia do PPD/PSD – Partido Social Democrata de Viana do Alentejo tem a honra de convidar V. Excia. para o jantar de apresentação do Candidato Eng.º Fernando de Brito e Silva à Câmara Municipal de Viana do Alentejo, a realizar no dia 16 de Maio, pelas 20h e 30m, no Monte Sobral.

 

Esta iniciativa vai contar com a presença da Exma. Senhora Professora Doutora Graça Carvalho (ex-Ministra da Ciência e do Ensino Superior), candidata a deputada do Parlamento Europeu. 

Confirmar a sua presença até dia 14 para o nº 96 4654182

  

e-mail enviado pelo Sr. António Costa da Silva antoniocostasilva@hotmail.com

publicado por polvorosa às 22:14
tags:

Apontamento positivo

A Escola EB 2,3/S Dr. Isidoro de Sousa de Viana do Alentejo continua a desenvolver actividades importantes para o desenvolvimento dos jovens e a abrir a Escola à Comunidade. Destaque para o evento de Fotografia "Olhar o Alentejo". Foram muitas e bem bonitas as fotografias deste nosso tão grande Alentejo. Parabéns pela iniciativa.

 

Finalmente a Câmara de Viana do Alentejo apresentou uma medida social: o cartão "Viana Social" e a "Oficina Domiciliária". Chega tarde e é curto para as necessidades complexas e emergentes, mas ainda assim é positivo.

 

 

Apontamentos negativos

Li no blogue "Um dia perfeito para os peixes bananas" que a CDU estava a usar as instalações da Junta de Freguesia de Viana do Alentejo para actividades politico-partidárias. Acho isto de uma promiscuidade incrível. Se isto se confirmar, não acho nada correcto, os contribuintes do concelho não têm nada que estar a pagar a electricidade, a água, equipamentos e sabe-se lá mais o quê que um conjunto de caciques entende caber aos munícipes pagar para financiar as suas próprias campanhas eleitorais.

 

A Segurança é um valor essencial para a qualidade de vida dos munícipes. O Ministro da Administração Interna estabeleceu Contratos Locais de Segurança com 8 autarquias do distrito de Évora (Alandroal, Borba, Estremoz, Évora, Mourão, Redondo, Reguengos de Monsaraz e Portel).

" Estes Contratos Locais de Segurança visam, no âmbito dos programas de policiamento de proximidade, áreas de intervenção como a delinquência juvenil, a pequena criminalidade, a violência doméstica, comportamentos anti-sociais, fenómenos de insegurança, Escola Segura, Idosos em Segurança (para idosos residentes em locais isolados e a colaboração com utentes de instituições de apoio à terceira idade como lares, centros de dia e apoio domiciliário), Comércio Seguro (com especial atenção a estabelecimentos comerciais e estabelecimentos de diversão nocturna) e Abastecimento Seguro."

Texto retirado aqui.

A Câmara de Viana do Alentejo continua fora e apática em relação a assuntos fulcrais para a vida da população local, porquê?

publicado por polvorosa às 13:17

04
Mai 09

Tenho visto a política nacional como uma coisa sombria e com mau futuro. Aconteceu a agressão no 1.º de Maio ao Professor Doutor Vital Moreira num evento para o qual tinha sido convidado pela CGTP. Os agressores devem responder em tribunal. Não devem ser protegidos por ninguém nem por qualquer partido.  

 

O enriquecimento dos partidos políticos aprovado por todos os partidos é uma vergonha nacional e dá uma má imagem. Todos nós temos de declarar ao estado quanto recebemos, quanto herdamos, quanto foi o donativo, quais as transacções, até no seio da família é necessário indicar às Finanças as operações mesmo que ninharias. Fico espantado como todos os partidos da direita à esquerda votaram a favor deste escândalo nacional, apenas António José Seguro parece ter alguma lucidez ao votar contra esta aberração. Aqui pode ler o que diz o Jornal Público. Agora vêm estes senhores, sob uma proposta do PCP, a propósito da Festa do Avante a aprovar que não há limites de dinheiro vivo para os partidos portugueses, podem a partir de agora receber malas cheias de dinheiro e ir acima de 1 milhão de euros.

 

O Presidente da República, depois de nas presidenciais onde foi eleito ter feito a campanha mais cara de sempre em Portugal (3,2 milhões de euros) vem agora e com razão pedir aos partidos para não gastarem muito dinheiro, pois o próprio PSD é quem vai gastar mais nesta campanha com 2,2 milhões de euros, o PS gasta menos 680 milhões de euros.

O Correio da Manhã, faz o levantamento da fortuna de Valentim Loureiro aqui.

 

É este o país que queremos? Estamos muito longe dos valores de Abril de 74, não há plena justiça social nem uma democracia moderna.

 

publicado por polvorosa às 15:15
tags:

Contador
Correio electrónico:
polvorosa@sapo.pt
comentários recentes
Deslize ou talvez não a despedida não é inédita. "...
"De lembrar que no contexto mais difícil desde que...
Respeito o seu comentário, mas eu cá acho que foi ...
Achei descabido a alusão a Eusebio no discurso da...
Estatisticas de funcionários nas autarquias a níve...
pesquisar neste blog
 
links