Azáfama; grande atividade; agitação; rebuliço.

31
Jul 08

Pista de Cicloturismo

Diariamente passo por inúmeros ciclistas amadores nesta nossa estrada entre Évora e Viana do Alentejo. O ciclismo é um desporto muito bom e salutar para a saúde. Porque não fazer uma ecopista ou pista para bicicletas entre Évora-Aguiar e/ou Aguiar-Viana do Alentejo? Daria condições aos praticantes desta formidável actividade desportiva, aumentaria a segurança dos ciclistas e automobilistas e certamente incentiva o uso da bicicleta como veículo não poluente para o meio ambiente. Nos países mais desenvolvidos nem pensariam duas vezes. Deixo aqui esta dica.  
 
Baldes para Reciclagem
Há alguns municípios no distrito de Évora cujas Juntas de Freguesia estão a oferecer um balde para a Reciclagem do Lixo a cada família aí residente. Para complementar com os Ecopontos colocados em Aguiar, bem sei que estes baldes são baratos e alguns de nós até já têm um recipiente similar para a Reciclagem, mas há muita gente que ainda não tem. Considero esta iniciativa interessante, porque não fazer o mesmo na nossa freguesia? O Ambiente agradece. 
publicado por polvorosa às 23:05

"Não mataste o peixe só para viver e vendê-lo para ser comido. Mataste-o por amor próprio e porque és um pescador. Amáva-lo quando estava vivo, e ama-lo depois de morto. Se o amas, não é pecado matá-lo. Ou será mais?".

HEMINGWAY, Ernest (1952) O Velho e o Mar

publicado por polvorosa às 22:18
tags:

publicado por polvorosa às 22:14
tags:

Infelizmente continuam a ser colocadas barreiras arquitectónicas quase em tudo o que é local. Na altura de multibancos e balcões, os degraus inalcançáveis, as rampas demasiado ingremes, os nossos carros estacionados no meio dos passeios, as casas de banho sem apoios, os transportes públicos inadaptados, etc.

As instituições públicas devem dar o exemplo, mas não é isso que se passa, por exemplo, na própria Universidade de Évora - Colégio do Espírito Santo, existe alguns pisos com acesso impossível. Alguns alunos de cadeira de rodas passam por um duplo desafio, existir alguns funcionários para os transportar ao colo e a questão da dignidade e direitos é colocada em causa porque acaba por ser humilhante para as próprias pessoas naquela condição. Ainda no ano passado, uma pessoa minha conhecida foi impedida de participar numa conferência porque o Auditório ficava precisamente nesse piso! 

Com o envelhecimento da população também é natural que com o apoio de ajudas técnicas (cadeiras de rodas, andarilhos, canadianas, veículos de transporte motorizado, etc.) estas pessoas se desloquem, mas se existirem obstáculos criados por arquitectos, por construtores ou por indivíduos desatentos, estamos a complicar demasiado a vida a estes cidadãos e nesse momento haverá um atentado contra os direitos de cidadania. Apelo pois a uma maior fiscalização e denúncia nestas situações.

2007 foi o Ano Europeu para a Igualdade de Oportunidades para Todos, como vemos por tantos testemunhos perto de nós e na comunicação social, foi tão somente uma manifestação de boas intenções, porque agora as coisas continuam "na mesma como a lesma".

Aqui no blogue "peixebanana" pode ser lido uma carta enviada à Câmara Municipal de Viana do Alentejo por um cidadão residente em Aguiar portador de deficiência motora. Se faz favor, aprendamos com os erros e não se cometam estas falhas na nova piscina a ser construída em Alcáçovas.

publicado por polvorosa às 21:43
tags:

30
Jul 08

Depois do Centro de Excelência da Embraer, Évora volta a andar nas bocas do mundo, agora por uma má razão.

A A.S.A.E. bloqueou os parquímetros de Évora. O SITEE estava ainda com o preço do I.V.A. taxado a 21%, a ASAE já tinha visitado o SITEE, alguns dias depois veio a ordem para proibir o uso do parquímetros em Évora: Cidade Património da Humanidade.

Ainda se queixam desta Autoridade, isto sim, é o verdadeiro Robin dos Bosques, nada de imitações!

publicado por polvorosa às 19:47
tags:

29
Jul 08

"Quando o rapaz voltou, o velho adormecera na cadeira e o sol pusera-se já. O rapaz tirou da cama o velho cobertor da tropa e lançou-o sobre as costas da cadeira e os ombros do velho. Eram ombros estranhos, ainda fortes apesar de muito velhos, e o pescoço era ainda forte também e as rugas não tão evidentes quando o velho dormia e a cabeça lhe pendia para a frente. A camisa dele havia sido remendada tantas vezes que era como a vela, e aos remendos o sol os desbotara matizadamente. A cabeça do velho era, porém, muito velha, e de olhos fechados, não havia vida no rosto".

HEMINGWAY, Ernest (1952) O Velho e o Mar

publicado por polvorosa às 22:46
tags:

publicado por polvorosa às 22:38
tags:

"O Rendimento Social de Inserção consiste numa prestação incluída no Subsistema de Solidariedade no âmbito do Sistema Público de Segurança Social, e num Programa de Inserção, de modo a conferir às pessoas e aos seus agregados familiares apoios adaptados à sua situação pessoal, que contribuam para a satisfação das suas necessidades essenciais e favoreçam a progressiva inserção laboral, social e comunitária" (Instituto de Segurança Social).

Acho que o RSI apoia muitas crianças, incluíndo crianças ciganas para estas irem à escola nomeadamente 10000 (mas ficam 4000 fora do sistema de ensino), apoia as idas ao sistema nacional de saúde, apoia algumas intervenções habitacionais, apoia muitas mulheres desempregadas com um grande número de filhos entre outras situações. Só na área metropolitana do Porto concentram-se 50% dos beneficiários. 60 a 70% dos ciganos recebem o RSI, isto corresponde a cerca de 35000 e representa apenas 10% dos beneficiários, ou seja , somente 1 em cada 10 beneficiários é cigano. Preocupa-me a descriminação, segundo o Expresso de 26 de Julho: “O Expresso sabe da existência de estabelecimentos de ensino onde as crianças são descriminadas pelos próprios professores: numa escola do distrito de Évora foram formadas duas turmas do 1.º ciclo só com crianças ciganas e com horário diferente do dos alunos não ciganos. “A hora de recreio não coincide, para eles não se cruzarem com os outros meninos”, diz uma fonte do meio académico”. A juntar à indiferença na morte de dois ciganitos numa praia na Itália e na vontade do governo italiano em tirar impressões digitais a crianças ciganas ao arrepio da UNICEF, Parlamento Europeu, ONU e Vaticano.  

Quem tem direito ao RSI? Os indivíduos cujo rendimento seja inferior a 100% do valor da Pensão Social (o valor da Pensão Social em 2007 era de 177,05€)
· Os agregados familiares cujo rendimento seja inferior à soma dos seguintes valores:
a.       100% do valor da Pensão Social por cada adulto, até 2;
b.       70% do valor da Pensão Social, por cada adulto a partir do 3º;
c.        50% do valor da Pensão Social por cada menor, até 2;
d.       60% do valor da Pensão Social por cada menor a partir do 3º filho;
e.       No caso de gravidez do titular da prestação, do cônjuge ou pessoa que viva em união de facto, o montante previsto na alínea a) é acrescido de 30%, durante o período de gravidez e de 50% durante o primeiro ano de vida da criança.
 
À alguns anos atrás, o R.S.I. não era considerado pelo Governo do Dr. Paulo Portas uma prioridade e poucos beneficiários tinham efectivamente um plano de inserção à medida, basta ver que em 2004 o orçamento executado em Portugal com R.S.I. foi 160 milhões de euros, já em 2006 foi 335 milhões de euros. Sabia o leitor que relativamente à recuperação dos Créditos Fiscais o valor de fuga ao fisco em Portugal de apenas um ano daria para pagar as prestações do R.S.I. durante 30 anos! Nos últimos anos alguma coisa mudou neste apoio, é um facto, o tempo de espera dos beneficiários é menor e há mais beneficiários abrangidos pela medida.
Agora uma coisa é certa, é fácil fazer populismo com este tipo de medida de apoio social. Uma coisa tenho para mim como certa, muitas situações têm de ser fiscalizadas assim como uma maior exigência a alguns dos seus beneficiários é essencial para os cidadãos não confundirem a "árvore com a floresta". Uma coisa são situações fraudulentas; outra coisa são pessoas desleixadas julgando ter apenas direitos e não querer saber dos deveres e uma outra totalmente bizarra é o jogo político-partidário que se faz em redor de uma medida de protecção social que não devia ser mais do que isso.
 
Na região do Alentejo a taxa de inserção com acordos sociais de inserção é de 78%, isto passa por Cursos E.F.A., por cursos de formação profissional, cursos de cidadania, competências pessoais e social. Em Portalegre, Évora, Beja e Faro há 8600 famílias beneficiárias.
Em Dezembro de 2006 existia no concelho de Viana do Alentejo 79 processos R.S.I. activos. Desagregados ao nível de freguesias temos: em Viana do Alentejo 37 processos R.S.I. activos; na freguesia de Alcáçovas 32 e na freguesia de Aguiar 10. Em Aguiar apenas 1,4% da população residente beneficia do R.S.I. é muito ou é pouco? Não sei, mas acho que estas pessoas se têm este apoio é porque dele precisam para melhorar a sua qualidade de vida e convenhamos, pouco mais de uma pessoa em cada 100 não é quase nada e provavelmente será melhor do que a mendigagem ou a procura de esmola destas pessoas, não vos parece? Não esqueçamos que este apoio é para os pobres de entre os mais pobres.  
Número de acordos de inserção assinados no concelho de Viana do Alentejo 141; número de beneficiários abrangidos nos acordos de inserção no concelho de Viana do Alentejo 326.
O n.º de acções contratualizadas até 2006 teve um total de 395 acções contratualizadas repartidas do seguinte modo:
Saúde - Prevenção Primária: Saúde infantil 44
Plano Nacional de Vacinação 56
Saúde - Consultas/tratamentos - Consultas de medicina familiar 33
Acção Social - acompanhameno e educação sócio-familiar 10
apoio pessoal em situação perca de auto-estima e autonomia 18
acções de apoio à organização da vida quotidiana 36
Habitação - Curiosamente apenas 2 acções de regularização da situação habitacional.
"As acções realizadas e o número de beneficiários chamam-nos a atenção para
problemas muito específicos e que afectam as famílias do nosso concelho. Destacam-se as acções que visam contribuir para a promoção da saúde infantil e para a cobertura de necessidades de vacinação. Destacam-se também as áreas de acompanhamento e
educação sócio-familiar e as acções destinadas ao apoio psicossocial motivado por
necessidades de apoio pessoal em situação de perca de auto-estima e autonomia e
acções de apoio à organização da vida quotidiana" (Diagnóstico Social de Viana do Alentejo : pág. 28).
Já sabíamos que Portugal é um país pobre, até tem ciganos e imigrantes africanos, mas esta medida de apoio social é importante porque implica direitos mas também deveres, os Núcleos Locais de Inserção e a Segurança Social não devem esquecer estes fiéis pratos da balança. Neste pressuposto, ainda podemos acreditar que estas pessoas vivem um pouco melhor e dão um contributo ainda que mínimo à sociedade onde seria bom estarem incluídas ainda que mantendo a sua cultura e tradição. 
publicado por polvorosa às 22:31

Os incidentes na Quinta da Fonte foram provocados por criminosos, é pois um caso de polícia e tribunal. Ninguém sai aos tiros para a rua com a razão do seu lado, não creio que tenha sido por legítima defesa, mas somente por parvoice. Um caso de racismo entre ciganos e negros demonstra o fracasso das políticas de urbanização nas áreas metropolitanas e a dificuldade de integração das minorias, também por sua própria culpa, não tapemos o sol com a peneira e deixemos neste caso o discurso do coitadinho. 

As rendas daquelas habitações sociais são quase irrisórias, não chega a 5 € por mês e mesmo assim muitas famílias deixaram de pagar. Isto de querer apenas a carne e deixar os ossos para os vizinhos não pode acontecer, muitas famílias portuguesas têm empréstimos aos bancos e sabem que se não pagar aos bancos as casas vão ser hipotecadas, sabemos que a prestação da casa é um compromisso sério, pagar o empréstimo da casa é uma necessidade de uma família típica portuguesa. Não querer pagar a casa (renda 5€ mês!) e ter os plasmas, as playstations, os automóveis, etc. não só não me parece correcto como as entidades públicas competentes não deviam pactuar com este tipo de situações, não estão a fazer justiça.
Tem inevitavelmente de existir equilíbrio entre direitos e deveres, se isso não acontece está a barraca armada e o sentimento de mal estar entre cidadãos começa a incendiar os subúrbios e a abrir fendas onde elas não se querem.
publicado por polvorosa às 14:43
tags:

publicado por polvorosa às 14:38
tags:

Aqui à uns dias escrevi um artigo entre outros sobre o Movimento Esperança Portugal (M.E.P.). A ideia de fundo dizia respeito à necessidade do P.S. ter de vir a fazer coligações ou acordos parlamentares no caso de apenas ganhar as legislativas com maioria relativa. Verifiquei que no sítio na Internet do M.E.P. está um pequeno excerto desse artigo referente às diferenças entre este novo movimento e a base de constituição do B.E. assentar em outros três pequenos partidos políticos. Tive oportunidade de me cruzar duas vezes com o Dr. Rui Marques enquanto este era Alto Comissário para a Imigração, tenho dele uma imagem de pessoa trabalhadora e exigente, virtudes necessárias para enfrentar as dificuldades quotidianas. A sorte favorece os audazes, quem sabe se este não será eleito logo eurodeputado no primeiro desafio do movimento.

 
Relativamente à Alfabetização de Adultos foram enviados dois correios electrónicos: um para o Agrupamento de Escolas de Viana do Alentejo e outro para a Associação Terras Dentro. Infelizmente não foi até ao momento enviada qualquer resposta sobre este assunto por nenhuma destas entidades. Talvez esta situação se deva ao facto de estarmos num período de férias e provavelmente muit@s responsáveis estão a banhos. Ficamos pois a aguardar uma resposta para resolver o problema de uma comunidade onde 1/4 da população não sabe ler nem escrever.
publicado por polvorosa às 14:32

27
Jul 08
publicado por polvorosa às 21:13
tags:

Contador
Correio electrónico:
polvorosa@sapo.pt
comentários recentes
Deslize ou talvez não a despedida não é inédita. "...
"De lembrar que no contexto mais difícil desde que...
Respeito o seu comentário, mas eu cá acho que foi ...
Achei descabido a alusão a Eusebio no discurso da...
Estatisticas de funcionários nas autarquias a níve...
pesquisar neste blog
 
links
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links