Azáfama; grande atividade; agitação; rebuliço.

14
Abr 12
 
 
Os livros escolares vão aumentar 2,6% no próximo ano letivo, admitiu o vice-presidente da Associação de Editores e Livreiros, Miguel Freitas da Costa, citado pela TSF.

A subida é, ainda assim, inferior à inflação prevista para este ano de 3,2%.

O responsável afirmou ainda que o preço dos manuais vai subir todos os anos até ao final do programa de ajustamento financeira, ou seja, até 2014.

Freitas da Costa referiu que os editores não tiveram alternativa em relação ao aumento, recomendando as famílias a procurar outras soluções para adquirir os livros escolares.

 

Visto no jornal eletrónico Dinheiro Vivo.

publicado por polvorosa às 13:12
tags:

Contador
Correio electrónico:
polvorosa@sapo.pt
comentários recentes
Deslize ou talvez não a despedida não é inédita. "...
"De lembrar que no contexto mais difícil desde que...
Respeito o seu comentário, mas eu cá acho que foi ...
Achei descabido a alusão a Eusebio no discurso da...
Estatisticas de funcionários nas autarquias a níve...
pesquisar neste blog
 
links