Azáfama; grande atividade; agitação; rebuliço.

21
Abr 11

 

Apesar de não ser fã acérrimo do facebook até achei engraçado a invenção de diálogos do peixe morais. Acho que não merecia tamanha honra de estar entre presidentes de câmara, ex-presidentes de câmara, governadora civil, primeiro-ministro, etc. mas enfim, só posso agradecer a promoção gratuita.

 

Sou independente, apesar de eleito na assembleia municipal de viana, e assim quero continuar, mas tenho ideias bem definidas e gosto de as expressar livremente, sou crítico quando há fortes razões e argumentos. Sei o que quero mas também sei o que não quero, claramente a agenda neo-liberal do PSD não me satisfaz, a matilha de lobos que estão à frente dos laranjas não inspira confiança, uma maioria absoluta PSD-PP com políticas de direita não são bom augúrio para o futuro e não promovem a equidade social. O líder Passos Coelho não tem experiência para a função neste difícil momento, andou a dizer uma coisa em Portugal e outra no estrangeiro, o PEC IV era muito e depois já era pouco, promoveu uma crise política na pior altura, é mentiroso porque disse que apenas foi avisado por um telefonema e afinal até esteve horas em São Bento, levou uma recusa para as listas de figuras fundamentais do PSD como Luís Marques Mendes, Manuela Ferreira Leite, Filipe Menezes e agora também António Capucho, aliás deixo aqui uma Carta escrita (esta não é inventada) por este último aos colegas do partido para abrirem os olhos, demonstra como anda este PSD, desnorteado, sem rumo e sem remos, masoquista e sem futuro.  

 

Mais, estas pessoas que andaram por aí a defender Cavaco Silva devem estar hoje satisfeitas por saber que é o primeiro presidente da República em 124 meses a ter nota negativa. O desempenho político deste estranho ser, mostra bem o erro que foi o voto nesta personagem que tanto mal tem feito para encavar o país. Boas amêndoas.

publicado por polvorosa às 13:37
tags:

O ppd-psd a dar tiros nos pés e o peixe-banana a defender esses impostores vigaristas, estamos bem, estamos.
Anónimo a 21 de Abril de 2011 às 16:26

João, sabes que sendo um eleito, contas o mesmo que qualquer alta patente com quem contracenas na peça satírica que viste no Peixe Banana. Tens alguma qualidade como politico, falas bem para o publico e dizes sempre o refrão 3 vezes.
És um bom técnico e tens boas ideias, pena que tenhas logo escolhido o PS para partilhares algumas das tuas ideias, que ás vezes mesmo sendo boas, passam a ter o selo de Sócrates. O mesmo selo que se pode ler nas letras pequenas da ultima sondagem que mete o Sócrates como vencedor das eleições (outra pouca vergonha que deveria ser punida por alguma autoridade).

PPC não é concerteza o meu candidato, já o disse, foram trapalhadas umas atrás de outras, conseguiu fazer a pior lista dos últimos 30 anos e acima de tudo não teve respeito pelos simpatizantes PSD alentejanos, o Costa da Silva por sua vez herdou um PSD cheio de tiques que não representa o eleitor PSD de Évora. Mas isso ele sabe-o melhor que nós.

Chega de tacharia, viva o mérito.

Finalmente gostaria de deixar aqui explicito uma coisa muito importante, apesar de ser simpatizante do PSD, sou independente nas minhas posições e não papo grupos, muito menos quando para se beneficiarem uns quantos se prejudica um pais inteiro, o desenvolvimento não deve ser só maquilhagem e botox. O partido socialista é o responsável numero um pelo estado a que o nosso pais chegou e é com muita tristeza que vejo muitos amigos perderem diariamente o seu sustento. O verdadeiro país vai naturalmente dizer que não a Sócrates, eu por mim fazia o favor de o atropelar se o visse a atravessar uma rua qualquer invocando o artigo 21º.
Ás vezes para ser ter coerência, há que olhar à volta, insistir no erro pode ser bom para ti, mas não vai ser para a maior parte dos portugueses.
O PS é isso mesmo, um conjunto de muitas pequenas minorias sentadas no sofá, num dia de chuva, em frente à lareira, a olhar o trabalhador e as bestas lá fora através da vidraça. E nessa altura sentem orgulho do seu país de gente trabalhadora entre dois copos de bushmills de malte.
Eu sinto-me desajustado num país em que um grupo de bandidos roubou e acabou a minha liberdade económica e em muitos casos outras.
A liberdade deu muito trabalho a conquistar.
Se queres saber no dia 5 de Junho, vai ser votar na merda ou no cagalhão e eu detesto fezes.
Vou guardar o meu voto para mais perto das eleições para não andar com o cheiro estes dias que faltam a conspurcar-me a consciência.

Abraço
peixebanana a 22 de Abril de 2011 às 02:20

O que gostei mesmo foi ver ontem na TV o Passos fazendo propaganda ao lado da esposa, no lar doce lar, para dar um ar de chefe de família e desfazer aquele ar de JSD.
Lembro-me do ressacado José Maria Carrilho que se atravessou a frente de Ferro Rodrigues, para se candidatar pelo PS a Lisboa. Esta ave passeava a sua linda e sensual mulher, recentemente parida distrubuindo sorrisos pela populaça durante essa campanha que desabou numa humilhante derrota para o PS.
Anónimo a 22 de Abril de 2011 às 12:56

Contador
Correio electrónico:
polvorosa@sapo.pt
comentários recentes
Deslize ou talvez não a despedida não é inédita. "...
"De lembrar que no contexto mais difícil desde que...
Respeito o seu comentário, mas eu cá acho que foi ...
Achei descabido a alusão a Eusebio no discurso da...
Estatisticas de funcionários nas autarquias a níve...
pesquisar neste blog
 
links